Message to visitors

close

* Sítio Genealógico dos Parentes e Amigosde Ângelo Queiroz da Fonseca *


 Ascenso de Paiva, Ascenso de Paiva Pinto, Ascenso Rodrigues de Paiva Barata Cortês Pinto
FCR , FSO (1692), senhor do morgado dos Pintos, em Foz de Arouce(4th), senhor do Morgado dos Corteses, na Lousãand do 2º Morgado de Foz de Arouce(2nd), padroeiro da Capela do Espirito Santo, de Foz de Arouce, senhor dos Prazos de Cume e do Espinheiroand da Casa e Quinta da Marmeleira, com a Capela de Santo Cristo, senhor do 3º Morgado de Foz de Arouce(1st), padroeiro da Capela do Santo Sepulcro, no Buçaco(1st)

  • Born about 18 May 1670 - na Marmeleira, termo da vila da Lousã, distº de Coimbra
  • Baptized 25 May 1670 - na Igreja Paroquial de Foz de Arouce
  • Deceased 14 November 1750,aged about 80 years old
  • Sucedeu em toda a Casa de seus pais, por morte dos irmãos

 Parents

  • Francisco de Paiva Barata
    Married about 18 May 1649 to
  • Escolástica Rodrigues Pinto, deceased 3 October 1685,
    Sucedeu a seu pai no primeiro morgado de Foz de Arouce instituído por ele em 1643 e sucedeu a seu irmão Jacinto no segundo morgado de Foz de Arouce instituído por ele em 1673

 Spouses, children, grandchildren and great-grandchildren

 Siblings

 Relationships

 Notes

Individual Note

ASCENSO RODRIGUES DE PAIVA PINTO, filho mais novo de Francisco de Paiva Barata e de sua mulher D. Escolástica Rodrigues Pinto, nasceu no ano de 1659 e faleceu a 14 de Novembro de 1750. Por força e obrigação dos morgadios usava também o nome de Ascenso Rodrigues de Paiva Barata Cortês Pinto. Por falecimento de seus Irmãos, sem sucessão, foi herdeiro de todos os bens e vínculos de seus pais e de seus tios, o Licenciado Padre Jacinto Rodrigues e o Padre Francisco Cortês Pinto, motivo por que foi 4.º Administrador do Morgado dos Pintos, em Foz de Arouce; 2.° Administrador do Morgado dos Corteses, na Lousã; 2.º Administrador do 2º Morgado de Foz deArouce; Padroeiro da Capela do Espirito Santo da mesma vila e Senhor dos Prazos de Cume e do Espinheiro e da Casa e Quinta da Marmeleira, com a Capela de Santo Cristo.
Em 1741, a 11 de Novembro instituiu o 3.º Morgado de Foz de Arouce a favor de seu filho primogénito, vínculo que aumentou, reformou e fundiu com os outros dois vínculos da Foz de Arouce, por disposição testamentária de 15 de Abril do 1746.
Em 19 de Janeiro de 1720 e por escritura de 7 de Abril de 1720 adquiriu o Padroado da Capela do Santo Sepulcro, no Buçaco, pelo qual pegou a avultada quantia de 100$000 reis. Nela mandou colocar uma lápide em que se diz do seu novo padroado (37) e a que me refiro no estudo que sobre esta Capela dou no Capitulo III, em que trato dos Morgadios, Vínculos, Capelas, Prazos, etc., destas Casas da Graciosa, Foz de Arouce, Proença-a-Velha e Idanha-a-Nova.
Ascenso Rodrigues de Paiva Pinto, foi Fidalgo da Casa Real e Familiar do Santo Ofício (carta do 21 de Janeiro de 1692). Na inquirição que dele se fez declara-se que vivia à lei da nobreza, com cavalos, seges e criados pretos e brancos como era próprio da sua pessoa e representação e obteve carta de armas pela qual lhe foi concedido o seguinte brasão:
«Escudo partido em pala. na primeira as armas dos Paivas, e na segunda as dos Pintos. Timbre dos Paiva e por diferença uma brica de prata com um I de negro».
Casou duas vezes, a primeira com D. Maria Teresa de Figueiredo Lima, natural de Valesim, filha de Manuel João da Costa e de D. Maria Nunes de Figueiredo, de quem não teve geração e pela segunda vez casou (38) com D. Catarina Marques, a 9 de Setembro de 1739, filha de MiguelMarques, natural de Semide e de sua mulher D. Sebastiana de Sequeira, natural de Foz de Arouce.
Desta sua segunda mulher, que lhe sobreviveu alguns anos, falecendo a 28-VII-1779 (39) teve Ascenso Rodrigues de Paiva Pinto dois filhos e duas filhas (Bivar Guerra).


Outras fontes:
- Gente d' Algo, de Manuel Arnao Metello, ed. de autor, Lisboa 1997, CBA Nº 1337 = 12/12/1816 = Paivas, Pintos, Furtados e Mesquitas
- Brás Garcia Mascarenhas, António de Vasconcelos, Imprensa da Universidade, Coimbra, 1921, pág. 134
- Processo de FSO de Ascenso de Paiva Pinto, 1693, ANTT, Maço 1, Deligência 3 (PT-TT-TSO/CG/A/8/1/4120)
- Assentos de baptismo de Foz de Arouce (1603-1750), slide 141, 4D, AUC (ver http://193.137.201.198/pesquisa/ODdisplay.aspx?DOId=2552&NodeID=_207476)
- Genea Portugal
(ver http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=302235)

Family Note

Marriage with Teresa de Figueiredo:
viveram na Marmeleira, fregª de Foz de Arouce sem geração

Marriage with Catarina Marques:
viveram na Marmeleira, fregª de Foz de Arouce

 Sources

  • Individual: Casa da Graciosa, Luiz de Bivar Guerra, MCMLXV, Capítulo 2º, 1ª Parte, Título 1º - Paivas Pintos, pág. 63-65 e árvore de costados nº 9
  • Baptism: Registo de baptismo da Marmeleira (Foz de Arouce), 1670/fl. 77/4º, AUC (B. D. de Ângelo Queiroz da Fonseca)

 Family Tree Preview

Manuel de Paiva Francisca de Almeida, em estudo  Mateus João Apolónia Barata, em estudo João Rodrigues Pinto ca 1661- N N Simão Afonso Maria Sêco
|
8
 |
9
 |
10
 |
11
 |
12
 |
13
 |
14
 |
15



 


 


 


| | | |
Francisco de Paiva, Cavaleiro ca 1600-1656/ Francisca Barata ca 1602 António Rodrigues Pinto, Senhor do 2º morgadio de Foz de Arouce †1649 Ana Sêco Afonso
|
4
 |
5
 |
6
 |
7



 


| |
Francisco de Paiva Barata Escolástica Rodrigues Pinto †1685
|
2
 |
3



|
Ascenso Rodrigues de Paiva Pinto, FCR ca 1670-1750