• Born in 1610 - sao paulo
  • Deceased 1 May 1652 - sp ou 1654,aged 42 years old

 Parents

 Spouses and children

 Siblings

 Notes

Individual Note

Luzia Leme teve com o Capitão-mor Governador Pedro Vaz de Barros os seguintes filhos: Valentim de Barros, Antonio Pedroso de Barros, Luís Pedroso de Barros, Pedro Vaz de Barros, Fernão Paes de Barros, Sebastião Paes de Barros, Jerônimo Pedroso de Barros e Lucrécia Pedroso de Barros. Destes, o importante para nós é o Capitãomor Antonio Pedroso de Barros, nascido cerca de 1610 em São Paulo, e falecido a 1º de maio de 1652 na mesma localidade, em conseqüência de ferimentos recebidos numa revolta de seus índios, na sua fazenda na paragem denominada de Apoterebú, às margens do Rio Tietê.nevoa Antonio Pedroso de Barros, faleceu em 1652 com testamento(1). Foi potentado pelo número de 600 índios que possuía nas suas fazendas de cultura. ____________________ (1) No V. 2.º. pág. 127, tratando do assassinato praticado por Alberto Pires na pessoa de seu cunhado Antonio Pedroso de Barros (segundo a tradição), concluímos, de acordo com Pedro Taques, que não foi Antonio Pedroso a vítima, e sim um outro qualquer cujo nome não descobrimos. Do contexto das declarações que seguem se evidencia que não foi vitimado pelo bacamarte numa emboscada como diz a tradição, e sim morreu, com tempo de fazer seu testamento, em conseqüência de ferimentos recebidos numa revolta de seus índios, na sua fazenda na paragem denominada Apoterebu. Como consta do seu inventário com testamento (C. O. de S. Paulo) faleceu em 1652, sendo seu testamento escrito por seu concunhado Francisco Dias Velho, por estar o testador em artigo de morte. Nele declarou ser f.º de Luzia Leme, ser irmão dos capitães Fernão Paes de Barros e Pedro Vaz de Barros, e ser genro de Ignez Monteiro. Pág. 445 Casou em 1639 em S. Paulo com Maria Pires de Medeiros f.ª do capitão Salvador Pires de Medeiros e de Inez Monteiro de Alvarenga, a matrona V. 2º pág.129.Teve 4 f.ºs. legítimos e 4 bastardos: Os legítimos: 1-1 Pedro Vaz de Barros §1.º 1-2 Antonio Pedroso de Barros §2.º 1-3 Ignez Pedroso de Barros §3.º 1-4 Luzia Leme de Barros §4.º Os bastardos: 1-5 Sebastiana, f.ª de Maria pequena. 1-6 Paulo, f.º de Maria pequena 1-7 Paschoal, f.º da índia Victorina 1-8 Ventura, f.º da índia Iria § 1.º 1-1 Pedro Vaz de Barros , que tinha 6 anos em 1652 quando se começou o inventário de seu pai, foi rico em cabedais. Foi morador no sítio ou fazenda de Cataúna que, pelo número de casas e seu arruamento, parecia uma vila, com uma capela onde se administrava os sacramentos a mais de 600 almas. Foi casado com Maria Leite de Mesquita f.ª de Domingos Rodrigues de Mesquita e de Maria Dias; por esta neta de Pedro Dias Leme e de Maria Leite. V. 2.º. pág. 465. ____________________ (1) Em seu testamento, entre outras disposições, disse: "deixo a meus herdeiros que perdoem aos meus matadores, porque foram os meus pecados" Começado no inventário em 1652, só em 1670 chegou aos termos das partilhas pelas dificuldades que seguem. Sendo chamado a juízo em 1653 o tutor dos órfãos capitão Pedro Vaz de Barros, declarou: "que até essa data não requerido as partilhas porque a morte de Antonio Pedroso de Barros havia causado notável alvoroço, e não havendo cabaça de casal, tinham sido roubados muitos bens, que ele estava na diligência de descobrir até essa data". Perguntado pela criação de porcos, gado vacum e cavalgaduras, mencionados no testamento, respondeu: "que foi tanto o número de gentio que naquela ocasião acudiu a morte de seu amo, e outros alheios, que não deixaram coisa viva que não destruíssem e matassem e comessem, por serem de seu natural daninhos, como é notório em toda a capitania. Pág. 446 Teve pelo inventário de Maria Leite de Mesquita, falecida em 1732 em S. Paulo, os seguintes f.ºs. (C. P. de S. Paulo). 2-1 Beatriz de Barros que foi casada com Manoel Correa Penteado f.º de Francisco Rodrigues Penteado e de Clara de Miranda. Neste à pág. .375. Com geração. 2-2 Luiza Leme de Barros que foi casada com Paschoal Leite Penteado f.º de Francisco Rodrigues Penteado e de Clara de Miranda. Neste à pág.423. 2-3 Izabel Paes de Barros, falecida em 1753 em Parnaíba com 80 anos, foi casada com João Correa Penteado f.º de Francisco Rodrigues Penteado e de Clara de Miranda. Neste à pág. 425. Com geração. 2-4 Lucrecia Leme de Barros foi casado com José Correa Penteado f.º de Francisco Rodrigues Penteado e de Clara de Miranda. Neste à pág. 438. 2-5 Maria Pires que casou em 1698 em S. Paulo com Rodrigo Bicudo Chassim f.º de Gonçalo Simões Chassim e de Maria Leme de Brito. Com geração em Tit. Chassins. 2-6 Maria Leite Pedroso casada em 1705 em S. Paulo com Gaspar Correa Leite f.º de Paschoal Leite de Miranda e de Anna Ribeiro. Neste à pág. 112. 2-7 Domingos Rodrigues foi casado com Catharina de Almeida Teve q. d.: 3-1 Maria Leite de Barros, falecida em 1773 em Parnaíba, foi casada com André da Rocha do Canto f.º de Domingos da Rocha do Canto, de Guimarães, e de Maria de Lima, de S. Paulo, neste à pág.193. Teve q. d.: ____________________ Que o gentio seriam umas 500 pessoas pouco mais ou menos, como diz o testamento, das quais na tal ocasião se mataram uns aos outros, e se amontaram tantos que até hoje em dia não há sido possível ajuntá-los, por se haverem espalhados pelas matas alguns, e outros fugidos por casa de alguns brancos, que não podia saber; e que parte do dito gentio tinha já junto com carícias, mimos e dádivas; e que o mesmo juiz veria por seus olhos a paragem onde o gentio assiste, para se contar no inventário." Perguntado pelo algodão mencionado no testamento, respondeu que: "na revolta queimara, furtara e espalhara o gentio, de maneira que nada dele se aproveitou". Perguntado pelos nomes dos índios para serem lançados no inventário, e partilhados pelos herdeiros, respondeu: "ser impossível nomeá-los porque ainda não tinham nomes de batismo e sim selvagens, e que sendo eles carijós e goyanazes com seus caciques, não quiseram se reunir, e se levantaram fugindo muitos para os matos". Pág. 447 4-1 Domingos Francisco Leite do Canto casado em 1756 em Itú com Anna Maria de Arruda Leme f.ª de Antonio de Mello Rego e de Gertrudes Pedroso Leme, n. p. do capitão João de Mello Rego, da ilha de S. Miguel, e de Bernarda de Arruda, n. m. do sargento-mor José Martins Cesar e de Anna Leme. Teve q. d.: 5-1 Bernardina de Arruda casada em 1800 em Parnaíba com Polycarpo Mariano de Oliveira, de S. Paulo, f.º de Ignacio de Rego Pimentel e de Anna Vieira de Oliveira n. p. de Filippe do Rego Pimentel, natural da Ilha Terceira, e de Anna Ferreira da Silveira, de Taubaté, n. m. de Francisco Xavier Gonçalves e de Josepha de Oliveira Guedes. Tit. Macieis. 5-2 Maria Leite de Arruda casada em 1782 em Parnaíba com João Francisco da Silva f.º de João da Cerqueira e de Maria da Cruz. Tit. Alvarengas Cap. 3º § 7º. Faleceu em 1790 em Parnaíba (C. O. S. Paulo). 5-3 Gertrudes de Arruda Leme casada em 1782 em Parnaíba com Jeronimo de Camargo f.º de Francisco Bueno de Figueiró e de Anna Lopes da Costa. Com geração em Moraes. 5-4 Anna de Arruda Leite casada em 1789 em Parnaíba com José Leme de Oliveira, viúvo de Justina Leite da Silveira, f.º de Francisco Leme de Alvarenga e de Rosa de Oliveira. Tit. Alvarengas Cap. 3.º § 7.º. 5-5 Custodia de Arruda Leite casada em 1803 em Parnaíba com Alexandre Luiz de Moraes, natural de S. Roque, f.º do alferes Ignacio de Moraes e Siqueira e de Josepha Paes de Camargo. V. 2º pág. 219. Pág. 448 5-6 Albano Leite do Canto casado 1.º em 1808 na vila de S. Carlos com Anna Antonia de Toledo, viúva de Albano de Almeida Lima, f.ª de José de Toledo Piza e de Francisca Rosa de Godoy, Tit. Toledos Pizas; 2.ª vez casou com sua sobrinha Maria da Annunciação Leite do Canto f.ª do capitão Raphael Antonio Leite do Canto e de Rita Joaquina de Oliveira, sua 2.ª mulher, † em 1838 em S. Paulo, e inventariada em S. Roque. Sem geração da 1.ª mulher; porém, teve da 2.ª (por informações), moradores em Piracicaba: 6-1 Raphael Leite do Canto, †, foi casado. 6-2 Albano Leite do Canto, †, foi casado. 6-3 José Maria Leite do Canto está casado em Piracicaba. 6-4 D..... 5-7 José Custodio Leite do Canto, † em 1853 em Campinas, foi 1.º casado com Maria de ...; 2.ª vez com Ubaldina da Cunha Paes Leme, † em 1837 na então Vila de S. Carlos, f.ª do capitão José da Cunha Raposo Leme e de Anna Esmeria Leite, Tit. Furquins Cap. único § 1.º; 3.ª vez casou com Barbara Paes de Barros f.ª de Reducindo de Camargo Penteado e de Antonia Gonçalves de Arruda Oliveira. V. 1.º pág. 262. Teve (C. O. de Campinas): Da 1.ª mulher o f.º único: 6-1 Antonio Leite de Almeida já casado em 1853. Da 2.ª, 6 f.ºs: 6-2 Albano Leite da Cunha Canto que casou com Francisca Elisa da Cunha Cotrim f.ª do capitão Francisco da Cunha Lobo e de Anna Florida da Silva Cotrim. Tit. Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º n.º 2-8, 3-6, 4-3, 5-12. Foi morador em Mogi-Mirim e teve 9 f.ºs: Pág. 449 7-1 Dr. José Custodio da Cunha Canto, ministro do tribunal de justiça de S. Paulo em 1902, é viúvo de Maria Ulhôa Cintra f.ª do † barão de Jaguara o doutor em medicina Antonio Pinheiro de Ulhôa Cintra e de sua 1.ª mulher. Com geração. 7-2 Dr. Eduardo da Cunha Canto foi deputado estadual em 1901, e está casado com sua prima Josephina Martins Santos f.ª do Dr. José Alvares dos Santos e de Maria Adelaide. Tit. Cunhas Gagos supra. Sem geração. 7-3 Francisco da Cunha Canto casou com Maria Severina Cotrim f.ª do † Francisco Elias Baptista Cotrim e de Querubina de Andrade Cotrim, n. p. de Elias de Toledo Lima. 7-4 João Carlos da Cunha Canto, negociante, casaco com Julietta de Ulhôa Cintra f.ª do † barão de Jaguara supra. Com f.ªs menores. 7-5 Ubaldina da Cunha viúva de Joaquim Ignacio de Oliveira Luz, † em 1901, f.º do capitão João Baptista da Luz e Anna Maria de Oliveira. Tit. Cordeiros Paivas. 7-6 Guilhermina da Cunha Canto † foi casada com o dr. Francisco Alves dos Santos. Sem geração. 7-7 Olympia da Cunha Canto † foi casada com o dr. José Joaquim de Moraes. 7-8 Antonio Carlos da Cunha Canto † foi casado com Carlotta Ferreira f.ª do coronel Venancio Ferreira Adorno. 7-9 Joaquim Albano da Cunha Canto, † em 1901, foi 1.º casado com Anna Ferreira de Souza f.ª do tenente Philadelpho de Souza Ferreira e de Maria Carlotta; 2.ª vez com Avelina da Rocha f.ª de Manoel da Rocha Campos. Pág. 450 6-3 Maria Caetana, f.ª de 5-7 e 2.ª mulher, casou em 1838 na vila de S. Carlos com Antonio Ferreira da Silva viúvo de Maria Perpetua. 6-4 Gabriel Leite da Cunha casou e teve geração. 6-5 Feliciano Leite da Cunha Canto, f.º de 5-7, casou 1.º com Carolina de Salles f.ª do alferes José de Salles Leme e de Maria Euquéria de Camargo, com geração já descrita em Tit. Macieis Cap. 1.º § 2.º; 2.ª vez casou com Angela de Aguiar Whitaker f.ª de William Whitaker e Angela da Costa Aguiar à pág. 413 deste. 6-6 Maximiano Leite do Canto. 6-7 Joaquim Leite do Canto, último f.º de 5-7 e 2.ª mulher. Da 3.ª mulher teve os 5 f.ºs: 6-8 Maria Leite de Camargo. 6-9 Francisca Leite de Camargo. 6-10 Leopoldina Leite de Camargo (cremos) foi a casada com Germano José Coelho. 6-11 José. 6-12 Anna. 5-8 Capitão Raphael Antonio Leite do Canto foi 1.º casado com Rita Joaquina de Oliveira f.ª do coronel Polycarpo Joaquim de Oliveira; 2.ª vez com... Teve, pelo inventário de Rita Joaquina em 1838 em S. Roque, os 13 f.ºs desta 1.ª mulher e são: 6-1 Alferes Joaquim José de Oliveira que casou com Emilia Joaquina de Oliveira f.ª de Manoel Francisco. 6-2 Generoso José de Oliveira que era casado e morador em Piracicaba. Pág. 451 6-3 Ajudante Mariano José de Oliveira † que casou em 1826 em Camandocaia com Eulalia Maria de Toledo f.ª do cadete Joaquim Carlos de Toledo Ribas e de Theresa Maria de Mello. Tit. Toledos Pizas. Foi morador em S. Paulo na sua chácara no Pary. 6-4 José Maria de Oliveira † solteiro. 6-5 Manoel Francisco de Oliveira † foi casado em S. Paulo. 6-6 Felicio José de Oliveira † solteiro. 6-7 Manoel Delphino de Oliveira †. 6-8 João Baptista de Oliveira vive em 1904 em Araçariguama casado com Rita Joaquina de Oliveira. Com 2 f.ªs casadas. 6-9 Antonio José, casado e morador em Campinas. 6-10 Maria da Annunciação Leite do Canto foi a 2.ª mulher de seu tio Albano Leite do Canto n.º 5-6 retro, morador que foi em Piracicaba; e casou 2.ª vez com o dr. Torquato Leitão. Teve q. d. do 2.º marido: 7-1 Maria Augusta da Silva casada com seu primo o dr. Paulo Pinto de Almeida f.º de 6-11 seguinte. 6-11 Anna Cecilia casou em 1836 em Piracicaba com José Pinto de Almeida, natural de Portugal, f.º de Manoel Pinto de Almeida e de Josepha Rosa(1). Teve naturais de Piracicaba: 7-1 Antonio Pinto de Almeida. 7-2 Ricardo Pinto de Almeida. ___________________ (1) José Pinto de Almeida veio ao Brasil na idade de 15 anos, estabeleceu-se em Piracicaba onde conseguiu fazer uma modesta fortuna, e tornou-se por suas elevadas qualidades um dos homens mais estimados do lugar. De coração bondoso e de uma honradez que se tornou proverbial, seu nome estava sempre ligado às obras pias, salientando-se a santa casa de misericórdia, para cuja fundação muito concorreu com seus esforços e auxílios pecuniários. Faleceu em 1885 e sua mulher em 1860 em Piracicaba. Pág. 452 7-3 Ambrozina. 7-4 Jayme Pinto de Almeida. 7-5 Maria das Dores Pinto Cesar. 7-6 Eulalia Pinto de Barros. 7-7 Anna Pinto de Almeida. 7-8 Eudoxia Pinto de Almeida. 7-9 José Pinto de Almeida. 7-10 Maria da Soledade Pinto de Almeida. 7-11 Dr. Paulo Pinto de Almeida. 7-12 Sebastião Pinto de Almeida. 7-1 Antonio Pinto de Almeida, f.º de 6-11, casou com Guilhermina Ferraz de Almeida f.ª de Pedro Ferraz da Cunha e de Gertrudes Ferraz de Camargo Viegas. Faleceu deixando os f.ºs: 8-1 Henrique Braziliense Pinto de Almeida casado com Laura Kiehl Pinto de Almeida f.ª de Carlos Kiehl e de Francisca Olympia de Mattos Kiehl, n. p. de Pedro Kiehl, natural da Alemanha e de Maria Umbelina Teixeira, natural de Minas, em Tit. Toledos Pizas, n. m. de Manoel Delfino de Mattos e de Francisca Carolina de Mattos. Tem, naturais de Piracicaba, os f.ºs: 9-1 Carlos. 9-2 Mathilde. 9-3 Esther. 8-2 Reynaldo Celso Pinto Ferraz casou com Malvina Morato de Carvalho f.ª de Manoel Morato de Carvalho e de Maria Silveria da Conceição. Tit. Alvarengas. Tem: 9-1 Haydéa. 9-2 Celso. 7-2 Ricardo Pinto de Almeida, f.º de 6-11, reside em Piracicaba casado com Emilia Augusta Pinto Cesar f.ª de Joaquim de Oliveira Cesar e de Marianna Rosa de Oliveira Cesar. Teve: 8-1 Maria Julia Pinto Machado foi casada com o capitão Joaquim Moreira Machado de Oliveira, já †, f.º de Joaquim Gabriel de Oliveira Lima e de Maria da Annunciação Ferraz. Teve 3 f.ºs: 9-1 Maria Emilia Machado de Brito casada com o capitão Filinto de Mattos Brito f.º de João Augusto de Brito e de Theresa de Mattos Brito. Teve: Pág. 453 10-1 João. 10-2 Ruy. 9-2 Maria Izabel Machado Cardoso casada com o dr. Alfredo José Cardoso f.º de Felisberto José Cardoso e de Antonia Leite Cardoso. Tem: 10-1 Geny. 8-2 Dr. José Pinto Cesar, f.º de 7-2, casou com Clementina Mendes Pacheco. Tem: 9-1 Octavio 9-2 Ruy 9-3 Cassio 9-4 Celina 9-5 Suzana. 8-3 Anna Pinto Ferraz casou com Bento Ferraz de Arruda f.º do major Fernando Ferraz de Arruda e de Rita Ferraz de Almeida Prado. Com geração em Tit. Arrudas Cap. 1.º § 4.º n.º 2-2, 3-8. 8-4 Joaquim Pinto de Almeida, f.º de 7-2, casou com Escholastica Morato de Almeida f.ª de Manoel Morato de Carvalho e de Maria Silveria da Conceição Morato. Teve: 9-1 Luiz 9-2 Izaura 9-3 Elisa 9-4 Aurea 9-5 Odila 9-6 Leontina 9-7 Julio. 8-5 Eulalio Pinto Cesar. 8-6 Antonio Pinto Cesar, f.º de 7-2, casou com Elvira de Barros Cesar f.ª de Antonio Fernando de Almeida Barros e de Antonia Lydia de Almeida Barros. Neste à pág. 377. Teve: 9-1 Nestor 9-2 Marino 9-3 Fabio 9-4 Paulo 9-5 Maria Celia 9-6 Antonio. 8-7 Maria Emilia Pinto Ferraz casou com o dr. Cherubim Ferraz de Andrade, que foi promotor público da comarca de Piracicaba, f.º de Theodoro Ferraz de Andrade e de Gertrudes Ferraz de Barros Cesar. Tit. Hortas. Pág. 454 8-8 Ricardo Pinto Cesar, f.º de 7-2, casou com Francisca Amelia do Amaral Cesar f.ª de Joaquim Rodrigues do Amaral e de Maria Antonia do Amaral Tem: 9-1 Eulalia 9-2 Heitor 9-3 Maria Cecilia 9-4 Maria Izabel 9-5 Edgard 9-6 Maria da Gloria. 8-9 Maria Izabel Pinto de Azevedo casou com Alvaro de Azevedo, natural de Portugal, f.º de Antonio Daniel de Azevedo Barroso e de Maria Joaquina Vieira de Azevedo. Tem: 9-1 Eulalia 9-2 Braulio 9-3 Maria Antonietta 9-4 Silvio 9-5 Ercilia 9-6 Maria Lucia 9-7 Zuleika. 8-10 Manoel Pinto de Almeida. 8-11 João † 8-12 Estevão †. 7-3 Ambrozina Pinto Novaes, f.ª de 6-11, já †, foi 1.º casada com Joaquim Eugenio do Amaral, e 2.ª vez com o capitão José Emygdio da Silva Novaes. Teve: Do 1.º marido, o f.º único: 8-1 Joaquim Eugenio do Amaral Pinto que casou com Idalina de Moraes Barros f.ª de Joaquim de Moraes Barros, e teve: 9-1 Paulo do Amaral Pinto 9-2 Maria da Conceição do Amaral Pinto. 9-3 Mario do Amaral Pinto. 9-4 Idalina do Amaral Pinto. Do 2.º marido teve: 8-2 José Pinto da Silva Novaes casado com Myrina de Oliveira f.ª de Augusto Pinto de Oliveira. Teve: 9-1 José Pinto de Oliveira Novaes. 9-2 Maria do Carmo de Oliveira Novaes. 9-3 Albertina de Oliveira Novaes. Pág. 455 8-3 Estephania Novaes. 8-4 Albertina de Moraes Barros casou com João de Moraes f.º de Joaquim de Moraes Barros. Teve: 9-1 Maria Dulce de Moraes Barros 9-2 Olavo de Moraes Barros 9-3 Alberto de Moraes Barros 9-4 João de Moraes Barros 9-5 Jandyra de Moraes Barros 9-6 Ambrozina de Moraes Barros. 8-5 Alvaro Pinto da Silva Novaes casou com Augusta Myrina de Oliveira f.ª de Augusto Pinto de Oliveira. Teve: 9-1 Alvaro de Oliveira Novaes 9-2 Duilio de Oliveira Novaes 9-3 Maria de Lourdes de Oliveira Novaes 9-4 Maria do Rosario de Oliveira Novaes. 8-6 Jayme Pinto da Silva Novaes; f.º de 7-3 e 2.º marido, casou com Amelia da Rocha f.ª de Joaquim da Rocha. Teve: 9-1 Flavio da Rocha Novaes 9-2 Clelia da Rocha Novaes 9-3 Cassilda da Rocha Novaes. 8-7 Maria da Conceição Novaes de Carvalho casou com Luiz de Carvalho f.º de outro de igual nome. Teve: 9-1 Maria Luiza Novaes de Carvalho 9-2 Oswaldo Novaes de Carvalho 9-3 Maria José Novaes de Carvalho. 8-8 Paulo Pinto da Silva Novaes 8-9 Maria José Novaes de Mattos 8-10 Ottilia Novaes, última f.ª de 7-3. 7-4 Alferes Jayme Pinto de Almeida, f.º de 6-11, casou com Antonia Ferraz de Arruda Pinto f.ª do major Fernando Ferraz de Arruda e de Rita Ferraz de Almeida Prado. Tit. Arrudas Cap. 1.º § 4.º. Teve: 8-1 José Pinto de Almeida Ferraz, solteiro em 1904. 8-2 Antonio Pinto de Almeida Ferraz, bacharel em direito, advogado em Piracicaba, casou com Indiana Viegas Pinto f.ª de José Viegas Jortes Moniz e de Maria Auta Viegas. V. 2.º pág. 438. Tem: 9-1 Cloris Pinto Viegas 9-2 Thais Pinto Viegas. 8-3 Maria Clotilde Pinto Ferraz, solteira 8-4 Luiz Pinto de Almeida Ferraz, solteiro. Pág. 456 7-5 Maria das Dores Pinto Cesar, f.ª de 6-11, casou com o capitão Claudino de Almeida Cesar f.º de Joaquim de Oliveira Cesar e de Marianna Rosa de Oliveira Cesar Teve: 8-1 Octaviano Pinto Cesar casado com Arminda de Menezes Cesar f.ª de Manoel Leite de Menezes e de Maria Augusta de Menezes. Teve: 9-1 Flavio Pinto Cesar 9-2 José Pinto Cesar 9-3 Maria da Conceição Pinto Cesar. 8-2 Maria Augusta Pinto Cesar de Lima casou com Antonio Benedicto Alves de Lima f.º de outro de igual nome e de Francisca Ferraz Alves de Lima. 8-3 Carmelina Cesar Scarpelli casou com Henrique Scarpelli f.º de Salvador Scarpelli e de Anna Scarpelli. Tem: 9-1 Salvador Scarpelli 9-2 Anna Scarpelli 9-3 Zulmira 9-4 Arnaldo. 7-6 Eulalia de Almeida Pinto de Barros, f.ª de 6-11, casou com Carlos de Almeida Barros f.º de Pedro Domingues Paes Leme e de Maria Joaquina de Almeida Barros. V. 2.º pág. 337. Teve: 8-1 Maria Ignez Ferraz do Amaral casou com o capitão Raul Ferraz do Amaral f.º de Francisco Ferraz do Amaral, de Porto Feliz, e de Maria Amalia Ferraz do Amaral. Teve: 9-1 Alaudio 9-2 Jarbas 9-3 Zaida 9-4 Raul 9-5 Antonio. 8-2 Juvenal de Almeida casou com Amelia Cardoso de Almeida, f.ª de Felisberto José Cardoso e de Antonia Leite do Canto. Teve: 9-1 Dagmar 9-2 Wirma. 8-3 José de Almeida Barros. 8-4 Maria da Annunciação de Almeida Barros. 8-5 João de Almeida Barros. 7-7 Anna Pinto de Almeida, professa no convento do Patrocínio em Itú. Pág. 457 7-8 Eudoxia Pinto de Almeida, solteira. 7-9 José Pinto de Almeida casou com Maria Josephina da Silveira Moraes f.ª de Thomaz da Silveira e Moraes. Teve: 8-1 José Pinto de Almeida. 8-2 Maria Judith Pinto. 8-3 Anna Cecilia Pinto. 8-4 Suzana Pinto. 8-5 Noemi Pinto. 7-10 Maria da Soledade Pinto de Almeida, solteira. 7-11 Paulo Pinto de Almeida, formado em medicina e engenharia, casou com sua prima Maria Augusta da Silva Pinto f.ª do dr. Torquato Leitão e de Maria da Anunciação Leite do Canto, n.º 6-10 retro. Teve: 8-1 Carlota. 8-2 Clotilde. 8-3 Sarah. 7-12 Sebastião Pinto de Almeida, f.º de 6-11, faleceu solteiro. 6-12 Antonia de Jesus, f.ª de 5-8, foi freira no convento de Santa Theresa em S. Paulo. 6-13 Antonia Theresa casou-se com Joaquim Antonio da Silva Silvado, natural de S. Paulo, onde reside. Com geração. 5-9 Francisco Leite do Canto, f.º de 4-1, casou em 1802 em Sorocaba com Maria Antonia de Camargo f.ª de Matheus Bueno de Camargo e de Anna Leme. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º, n.º 2-1, 3-3, 4-3. Teve q. d.: 6-1 Maria da Conceição que casou em 1817 em Sorocaba com João da Fé do Amaral, natural de Itú, f.º do capitão Joaquim do Amaral Gurgel e de Manoela Angelica de Castro. Tit. Godoys. 5-10 Luiza de Arruda, f.ª de 4-1, casou em 1807 em Sorocaba com Antonio Gabriel f.º de Manoel Hermogenes de Oliveira e de Izabel Maria de Proença. Pág. 458 5-11 Ignacio Leite do Canto (segundo informações, também f.º de 4-1) foi casado no Rio Grande do Sul, e faleceu em Mogi-Mirim onde teve sua fazenda de cultura. 5-12 João Leite do Canto, f.º de 4-1, natural de Parnaíba casou 1.º em 1817 em Sorocaba com Rita Maria de Almeida, viúva de Agostinho José de Queiroz, f.ª de José Bicudo de Abreu e de Theresa de Almeida, em Tit. Cubas; 2.ª vez em 1830 na mesma vila com Maria Magdalena de Camargo f.ª do tenente Francisco de Paula Leite Penteado e de Maria Magdalena de Camargo. Tit. Arrudas. 4-2 Theresa Leite de Barros, f.ª de 3-1, foi casado com Jeronimo Antunes Maciel f.º de João Antunes Maciel e de Maria Paes de Jesus. Com geração no V. 1.º pág. 130. 2-8 Antonio Pedroso de Barros, f.º do § 1.º, casou 1.ª vez em 1699 com Anna Ribeiro Leite f.ª de Antonio de Almeida Lara e de Potencia Leite do Prado, em Tit. Taques Cap. 3.º § 6.º; 2.ª vez casou em 1704 em Parnaíba com Anna Ribeiro f.ª de Manoel Bicudo de Brito e de Thomazia de Almeida. Tit. Bicudos Cap. 1.º Descobrimos somente da 1.ª mulher a f.ª única: 3-1 Potencia Leite de Barros que casou com o sargento-mor Bento de Toledo Castelhanos f.º de João de Toledo Castelhanos e 2.ª mulher Anna do Canto. Tit. Toledos Pizas Cap. 1.º § 8.º. Sem geração. 2-9 Capitão João Leite de Barros, f.º do § 1.º, casou em 1697 em S. Paulo com Anna Lopes Moreira f.ª do tenente-general Gaspar de Godoy Collaço e de Sebastiana Ribeiro de Moraes. Tit. Godoys. Teve q. d.: 3-1 Manoel Pedroso de Moraes tirou provisão em 1738 (C. Ec. de S. Paulo) para casar com Maria da Conceição, f.ª de Antonio Leal das Neves † e de Anna de Lima. 3-2 Pedro Vaz de Barros (mais tarde Pedro Vaz Pires) que casou em 1728 em Parnaíba com Marianna da Rocha de Camargo f.ª de Garcia Rodrigues Bueno e de Anna Vidal Soares. V. 1.º pág. 390. Teve naturais de Atibaia: Pág. 459 4-1 Francisco Bueno de Camargo, casado em 1767 na vila de Atibaia com Izabel Nunes de Siqueira f.ª de Antonio Pedroso de Alvarenga e de Anna de Lima do Prado. Neste à pág. 156. Teve batizados em Atibaia: 5-1 João, batizado em 1769. 5-2 Salvador, batizado em 1770. 5-3 Lucas, batizado em 1771. 5-4 José, batizado em 1776. 5-5 Anna, batizada em 1781. 5-6 Maria, batizada em 1783. 5-7 Joaquim, batizado em 1784 5-8 Esmeria, batizada em 1784 (gêmea de 5-7) 5-9 Pedro, batizado em 1786. 5-10 Rosa, batizada em 1787. 5-11 Francisco, batizado em 1789. 5-12 Ignacio, batizado em 1791. 4-2 Potencia Bueno de Camargo casada em 1772 em Atibaia com José Bueno do Amaral. Com geração no V. 1.º pág. 464. 4-3 Marianna Bueno. 4-4 Ursula Bueno de Camargo casada em 1763 em Atibaia com João Ortiz de Camargo f.º de Raphael Cordeiro do Amaral e de Escholastica Ortiz de Camargo. Com geração no V. 1.º pág. 300. 4-5 Ignacio Bueno de Camargo casou 1.º em 1775 na vila supra com Angela Maria da Annunciação f.ª do alferes Manoel Pereira Padilha e de Anna Maria de Oliveira, Tit. Bicudos, Cap. 1.º § 1.º; 2.ª vez com Antonia do Amaral, viúva de Angelo Furquim, f.ª de Braz Cordeiro do Amaral e de Joanna Furquim de Camargo. Tit. Furquins, Cap. único. Teve da 1.ª mulher 2 f.ªs (C. O. de Atibaia): 5-1 Maria solteira em 1810. 5-2 Anna Joaquina Padilha casada em 1796 em Atibaia com José Rodrigues Bueno, f.º de Antonio Rodrigues dos Ouros e 3.ª mulher Marianna Bueno de Camargo. Com geração no V. 2.º pág. 117. Pág. 460 Da 2.ª mulher 2 f.ºs: 5-3 José. 5-4 Ignacio Furquim que casou em 1808 em Atibaia com Anna da Silva f.ª de José de Siqueira Lima e de Ursula Maria. Neste V. à pág. 156. 3-3 Theresa Leite de Jesus † solteira com testamento em Atibaia. 3-4 Manoel Pedroso de Barros foi casado com ... e teve: 4-1 ... casada com Victor Antonio dos Passos. 4-2 Joaquim Pedroso. 4-3 Ignacia Pires de Barros. 4-4 Manoel Pedroso. 4-5 ... 2-10 Valentim Pedroso de Barros, assassinado em Pitangui num tumulto capitaneado por um seu cunhado (irmão de sua mulher), quando com a espada na mão fazia frente aos agressores, que lhe dispararam a um tempo vários tiros de bacamarte. Estava casado com Escholastica Furquim f.ª de Antonio Furquim da Luz e de Mecia Pedroso Xavier. Tit. Furquins. Sem geração. 2-11 Coronel Jeronimo Pedroso de Barros, f.º do § 1.º † em 1759 em S. Paulo. A seu respeito escreveu Pedro Taques: "Foi um dos cavalheiros paulistas de maior respeito e opulência de cabedais que houve nas Minas Gerais. Com ele teve origem o desafio com Manoel Nunes Vianna, princípio do levantamento das Minas no fim do ano de 1808 (que foi seguido da guerra dos emboabas em 1810). Nas mesmas Minas teve grandes estimações do conde de Assumar dom Pedro de Almeida, que as governava como governador capitão-general que era da cidade de S. Paulo; porque, sendo acometido em seu próprio palácio de residência pelo corpo tumultuoso, que formou o partido do régulo Paschoal da Silva, se achou o dito conde general com Jeronimo Pedroso, além de outros paulistas da 1.ª nobreza de S. Paulo para o defender; Pág. 461 e depois de castigados os soberbos e levantados régulos, morto Paschoal da Silva, e arrasadas com fogo as grandes casas da sua habitação, ainda ficaram relíquias que fomentavam alguns ocultos sequazes da 1.ª sedição. E, temendo o insulto contra a vida de Jeronimo Pedroso, como tinha o posto de coronel, lhe mandou o conde-general dar uma guarda de dois sargentos pagos, que sempre o acompanhavam saindo à rua, fazendo-lhe costa os seus escravos mulatos, que os trazia armados, contra qualquer violento insulto." Foi 1.º casado com Anna Pires Moreira f.ª do capitão Diogo Gonçalves Moreira e de Catharina de Miranda, Tit. Garcias Velhos; 2.ª vez casou nas Minas Gerais com Francisca Romeiro Velho Cabral, † em 1771, viúva de Manoel Pereira de Castro e Silva, f.ª de Pedro da Fonseca Magalhães Maldonado e de Helena do Prado Cabral. Tit. Costas Cabraes. Teve (C. O. de S. Paulo) Da 1.ª mulher 7 f.ºs: 3-1 Gertrudes Pedroso de Barros casada em 1729 em S. Paulo com José Manoel Teixeira Feyo, natural de Vila Real, arceb. de Braga, f.º de Domingos Alvares Feyo e de Luiza Teixeira Camello. Faleceu Gertrudes Pedroso em 1775 em Parnaíba, com 67 anos e teve q. d.: 4-1 Anna Pires Moreira casada em 1752 em S. Paulo com Antonio de Oliveira Bernardes f.º do sargento-mor Raphael de Oliveira Leme e de Barbara Garcia de Lima. Com geração em Tit. Hortas. 4-2 Antonio Alves Feyo, † em 1799, casou em 1766 em Parnaíba com Maria Franco f.ª de Lourenço Franco da Rocha e de Francisca Margarida. V. 1.º pág. 517. Teve os 5 f.ºs: 5-1 Gertrudes. 5-2 Antonia Franco de Barros casada em 1811 em Parnaíba com o capitão Joaquim Ferreira Barbosa f.º de Manoel Barbosa Ferreira natural do Porto, e de Anna de Oliveira, natural de Jundiaí, por esta neto de José da Silva, de Portugal, e de Escholastica de Oliveira. Teve q. d.: Pág. 462 6-1 Joaquim Ferreira Barbosa casou em 1838 em Sorocaba com Anna de Almeida Leme f.ª do comendador coronel José de Almeida Leme e de Flavia Domitila de Barros Lima. Teve 4 f.ºs legítimos: 7-1 Antonia Barbosa de Sousa casada com Claudio Justiniano de Sousa. Com geração no V. 2.º pág. 324. 7-2 Flavia, † em 1902 no recolhimento de Santa Clara em Sorocaba. 7-3 Maria das Dores, viúva de seu parente Olympio Loureiro f.º de Joaquim José Loureiro de Almeida e de Anna Ferreira Barbosa n.º 6-2 adiante. 7-4 Joaquim Ferreira Barbosa, †, foi casado. 7-5 Padre Manoel Ferreira Barbosa (f.º natural). 6-2 Anna Ferreira Barbosa casada em Sorocaba com Joaquim José Loureiro de Almeida f.º de Antonio Loureiro de Almeida e de Gertrudes Maria de Barros. 6-3 Maria Franco de Andrade casou em 1829 em Sorocaba com o major José Joaquim de Andrade, viúvo de Maria Feliciana de Oliveira, f.º do sargento-mor Francisco Antonio de Andrade e de Ignacia Bueno Franco. Tit. Cubas. Com geração. 5-3 Francisca, f.ª de 4-2. 5-4 Alferes José Manoel Bueno casou com Clara Pereira de Escobar, f.ª de José Pereira da Silva, de Portugal. Teve q. d.: 6-1 Francisco Alvares Feyo casado em 1836 em Parnaíba com Escholastica da Silva Bueno f.ª do tenente José Maria de Oliveira Bernardes e de Gertrudes Maria das Dores. Tit. Hortas Cap. 2.º. Pág. 463 5-5 Anna. 3-2 Catharina de Miranda, f.ª de 2-11 3-3 Maria Leite de Barros. 3-4 Escholastica Pedroso de Barros, em 1758 era viúva de Joaquim da Costa Mesquita. 3-5 Francisca Pedroso de Barros, era viúva. 3-6 Antonio Leite de Barros. 3-7 Diogo Gonçalves de Barros. Da 2.ª mulher teve o n.º 2-11 os 3 f.ºs: 3-8 Rosa Leite de Barros casada em 1750 (C. Ec. de S. Paulo) com Ignacio de Barros Rego f.º de Custodio de Barros Rego e de Francisca Luiz. 3-9 Maria Leite da Fonseca foi casada com seu parente Francisco Correa de Lemos, † em 1783, f.º do capitão João Correa de Lemos e de Maria Leite de Barros. Com geração em Tit. Quadros (C. P. de S. Paulo). 3-10 Anna Leite da Fonseca, última f.ª do coronel Jeronimo n.º 2-11 e 2.ª mulher, faleceu solteira. 2-12 José de Barros, f.º do § 1.º, casou em 1719 em Itú com Anna Garcia de Campos f.ª de Antonio Garcia Borba e de Rosa de Campos. V. 1.º pág. 154. Teve 2 f.ºs falecidos em Cuiabá. 2-13 Capitão Pedro Vaz de Barros, f.º do § 1.º casou 1.º em 1720 em Itú com Gertrudes de Arruda Leite f.ª do capitão Pedro Dias Leite e de Antonia de Arruda. Tit. Arrudas Cap. 1.º § 4.º; 2.ª vez em 1752 em Cuiabá (C. Ec. de S. Paulo) com Margarida Bicudo de Campos, natural de Itú, f.ª de Antonio Antunes Paes e de Izabel Cubas Pedroso. V. 1.º pág. 153. Teve q. d. da 1.ª mulher: 3-1 Maria Pires de Barros casada em 1737 em Itú com Agostinho Soares, natural de Braga. 3-2 Marcos Leite de Barros casou 1.º em 1747 em Araçariguama com Mecia de Almeida Lara, † em 1751, f.ª de João de Godoy Collaço e de Izabel de Lara, Tit. Godoys Cap. 4.º § 11 e Tit. Laras; 2.ª vez em 1755 em Itú com Maria de Góes Castanho f.ª de Timotheo de Góes e de Custodia Paes. Faleceu em 1793 em Itú e teve (C. O. de Itú) da 1.ª mulher: Pág. 464 4-1 Jacintha Leite de Barros casada em 1780 em Itú com Timotheo de Almeida Lara f.º de Thomé de Lara Vidigal e de Luzia da Rocha. Tit. Taques Cap. 3.º § 4.º n.º 2-7, 3-2. Com geração ali. 4-2 Ignacia Leite casada em 1780 em Itú com Antonio Leme de Alvarenga f.º de Antonio Leme de Miranda e de Joanna de Almeida Leite. Tit. Alvarengas Cap. 3.º § 7.º. 4-3 Bento, já † em 1793. 4-4 Francisco de Paula Leite casou-se em 1797 em Itú com Maria Joaquina de Campos f.ª de José Joaquim Leite de Campos, que faleceu em Cuiabá, e de Maria Leite da Silva, n. p. de João Leite de Almeida, de Guaratinguetá, e de Maria Bueno de Campos, n. m. de Amador Bueno de Camargo e de Liberata Leite; por João Leite de Almeida, bisneta de Paschoal Leite de Miranda e de Izabel de Lara de Mendonça. V. 1.º pág. 415 e neste à pág. 129. Segundo escreveu o dr. José de Paula Leite de Barros em seu trabalho genealógico sobre a família Paula Leite, falecendo em 1809 em Cuiabá José Joaquim Leite de Campos, para lá seguiu com uma longa e penosa viagem o seu genro Francisco de Paula Leite n.º 4-4, levando em sua companhia o seu f.º mais velho Francisco de Paula Leite de Barros, n.º 5-1, que então contava 10 anos de idade, afim de arrecadar a herança que porventura tivesse deixado. Entretanto, seu sogro tinha falecido em estado de pobreza, nada deixando que compensasse ao menos o sacrifício da viagem. Teve q. d., pelos livros de casamentos de Itú e por informações colhidas na citada obra do dr. Leite de Barros, os seguintes f.ºs: 5-1 Francisco de Paula Leite de Barros, casado 1.º em 1823 em Itú com Leonor de Almeida Paes de Campos (ou Leonor de Siqueira Pacheco, que é a mesma), Pág. 465 f.ª do sargento-mor Ignacio Xavier Paes de Campos e de Antonia Pacheco de Almeida, n. p. de Antonio Pompeu Paes e de Rita de Campos, Tit. Tenorios e Campos, n. m. de Lourenço de Almeida Prado e de Maria de Arruda, Tit. Cunhas Gagos e Arrudas; segunda vez casou com Antonia Pacheco de Campos f.ª de João Bueno de Camargo e da 2.ª mulher Anna Gertrudes, n. p. do capitão Maximiano de Oliveira Bueno e 2.ª mulher Rita Leite de Sampaio, n. m. do sargento-mor Ignacio Xavier Paes de Campos já mencionado; por onde se vê que a 2.ª mulher do n.º 5-1 era sobrinha da 1.ª Vide V. 1.º pág. 411. Foi a princípio morador na sua fazenda de Monte-Serrate em Jundiaí e mudou-se em 1839 para a fazenda do Bom Retiro em Itú, que recebeu do senador dr. José Manoel da Fonseca, dando-lhe em troca a de Jundiaí. Teve os seguintes f.ºs: Da 1.ª: 6-1 Alferes Ignacio de Paula Leite de Barros. 6-2 Tenente-coronel Francisco de Paula Leite de Barros. 6-3 Antonio de Paula Leite de Barros. 6-4 Gertrudes Marcolina de Barros Leite. 6-5 Antonia de Paula Leite de Barros. Da 2.ª: 6-6 Francisco de Paula Leite de Camargo 6-7 Anna Maria de Camargo 6-1 Alferes Ignacio de Paula Leite de Barros foi 1.º casado com sua prima Escholastica de Almeida Campos f.ª do alferes Lourenço Xavier de Almeida Campos e de Umbelina de Campos, n. p. do sargento-mor Ignacio Xavier Paes de Campos e de Antonia de Almeida Pacheco, Tit. Tenorios; segunda vez com sua prima Anna Gertrudes de Barros Leite, f.ª de Manoel Galvão de França e de Maria Leite de Barros. Teve: Da 1.ª: Pág. 466 7-1 Lourenço de Paula Leite de Barros, falecido solteiro. 7-2 Francisca de Paula Leite de Barros casada com Joaquim Galvão de Barros Leite. Com geração. 7-3 Capitão Ignacio de Paula Leite de Barros, capitalista e fazendeiro em Indaiatuba, onde tem ocupado os melhores empregos. Da 2.ª: 7-4 Francisco de Paula Leite de Barros, em vésperas de concluir seus estudos médicos em Bruxelas, teve de regressar a sua terra natal, onde faleceu (em Itú) logo depois de chegado, vítima da gravíssima enfermidade que o tinha obrigado a deixar seus estudos. 7-5 Tenente-coronel Manoel de Paula Leite de Barros, inteligente lavrador em S. João da Bocaina, Jaú, tem se instruído com suas viagens ao Rio da Prata e à Europa. Casou-se com Escholastica de Almeida Campos f.ª de Antonio Lourenço de Almeida Campos e de Maria Dias Ferraz. n. p. do alferes Lourenço Xavier de Almeida Campos e de Umbelina já mencionados. Com geração. 7-6 Capitão Antonio de Paula Leite de Barros Sobrinho, inteligente lavrador com excelente cultura de café no Jaú, casou com Umbelina de Almeida Campos f.ª de Antonio Lourenço de Almeida Campos supra. Com grande descendência. 7-7 Maria de Paula Leite de Barros casou com Lourenço Xavier de Almeida Campos. Com geração. 7-8 Amador de Paula Leite de Barros, lavrador com cultura de café no Jaú, casou com Maria das Dores Almeida Prado f.ª de Claudio Furquim de Almeida Prado e de Francisca da Silva Gordo, n. p. do major Francisco de Paula Almeida Prado e 1.ª mulher Izabel de Almeida Campos. Tit. Cunhas Gagos. 7-9 Itagyba de Paula Leite de Barros, solteiro. 7-10 Luiz de Paula Leite de Barros casou com Francisca de Almeida Campos f.ª de Antonio Lourenço de Almeida Campos e de Maria Dias Ferraz. Com geração. 7-11 Anna Guaraciaba de Paula Leite casou com João de Almeida Prado Netto. Com geração. 7-12 Ataliba, menor em 1901. Pág. 467 6-2 Tenente-coronel Francisco de Paula Leite de Barros, f.º de outro de igual nome n.º 5-1, foi batizado em Jundiaí, e casou-se em 1854 em Itú com sua prima Maria de Almeida Sampaio f.ª do capitão Francisco de Paula Ferraz de Sampaio e de Izabel de Almeida Prado, Tit. Arrudas, n. p. de Vicente de S. Paio Góes e de Francisca Soares de Araujo, Tit. Arrudas; por esta, bisneta do capitão-mor de Jundiaí Domingos Dias Leme e de Izabel de Lara e Moraes, V. 2.º pág. 236; n. m. do sargento-mor João de Almeida Prado e de Anna de Almeida. Tit. Cunhas Gagos. A seu respeito escreveu o dr. Paula Leite: "O tenente-coronel Francisco de Paula Leite n.º 6-2, sendo sabedor que o Instituto D. Anna Rosa, na capital do Estado, tinha ficado credor, por herança , de uma dívida feita a certa pessoa por seu avô paterno, procurou, de combinação com sua madrasta e irmãos, o diretor daquele estabelecimento o honrado senador Francisco Antonio de Sousa Queiroz e disse que tendo seu finado pai ficado responsável por uma dívida contraída por seu avô, e que por circunstância independente da vontade de seu pai não pudera pagar, ele, sua madrasta e seus irmãos vinham pagá-la com os juros da lei, porquanto não queriam que mancha alguma ofuscasse o nome de seus maiores. Respondeu o velho e honrado senador que de fato havia, entre os velhos documentos debaixo de sua guarda, um relativo à dívida ora alegada, mas que há muitos anos tinha ficado sem valor em virtude de prescrição legal; ao que lhe foi pelo primeiro respondido:- para as pessoas honradas só ha uma única prescrição, e essa é a de saldar pagando até o último vintém; e pagou integralmente a divida feita pelo seu avô ". Aí fica um dos traços da feição característica dos velhos paulistas. Residiu em Itú onde conseguiu na lavoura reunir boa fortuna, e faleceu em 1894 e sua mulher Maria de Almeida em 1892. De seu casamento teve: 7-1 Francisco de Paula Leite, nascido em 1855, fez seus estudos de medicina nos Estados Unidos, deixando de concluir o seu curso por grave enfermidade que o obrigou a voltar a sua pátria. Conseguiu em sua terra natal (Itú) restabelecer a sua saúde e dedicou-se à lavoura, que lhe proporcionou uma boa fortuna. Pág. 468 Reside em Itú onde é capitalista e dedica-se ao estudo, tendo aumentado os seus conhecimentos com proveitosas viagens ao Prata e à Europa. É solteiro; porém, na falta de filhos, distribui seus carinhos a seus sobrinhos órfãos filhos de seu irmão Amador e faz companhia a sua virtuosa irmã solteira Izabel. 7-2 Amador de Paula Leite de Barros casou-se 1.º em 1884 em Itú com sua parenta Leticia Ferraz de Camargo f.ª de Francisco Ferraz de Camargo e de Anna de Sampaio, n. p. do capitão Manoel Ferraz de Camargo e de Leocadia da Rocha Ferraz, da Limeira, V. 1.º pág. 288; segunda vez casou-se (falecida sua 1.ª mulher em 1888) em Porto Feliz com Elvira de Arruda Abreu f.ª de Antonio Manoel de Arruda Abreu e de Maria Antonia de Moraes, n. p. do tenente-coronel José Manoel de Arruda e de Anna Manoela de Arruda. Tit. Tenorios. Foi lavrador, a princípio, em Porto Feliz, e depois em Dois Córregos onde foi vitima da febre amarela em 1897. Teve do 1.º casamento 2 f.ªs solteiras e do 2.º um casal. 7-3 Antonio Francisco de Paula Leite, importante agricultor em Itú, é amante dos bons livros e das viagens ao estrangeiro, solteiro. 7-4 Leonor de Paula Leite de Barros casada com Augusto de Oliveira Camargo f.º de Agostinho Rodrigues de Camargo (o Tebiriçá). Tit. Cordeiros Paivas. Sem geração. 7-5 Izabel de Paula Leite de Barros, solteira, reside em companhia de seu irmão Francisco n.º 7-1. 7-6 Pedro de Paula Leite de Barros, lavrador com cultura de café, casou com sua prima Maria de Paula Leite de Camargo f.ª de Francisco de Paula Leite de Camargo, n.º 6-6 adiante, e de Eliza Galvão de Almeida, n. p. de Francisco de Paula Leite de Barros e de sua 2.ª mulher Antonia de Almeida n.º 5-1 da pág. 464, n. m. de José Galvão de Almeida e de Maria Izabel de Campos, neste à pág. 124. Com geração. 6-3 Antonio de Paula Leite de Barros nasceu em 1829 na fazenda do Monte Serrate, casou-se em 1854 em Itú com sua prima Anna de Almeida Sampaio f.ª do capitão Francisco de Paula Ferraz de Sampaio, e de Izabel de Almeida Prado, Tit. Arrudas. Pág. 469 Foram a princípio lavradores na Fazenda do Barreiro em Jundiaí até 1869 e então passaram para sua nova fazenda denominada Engenho d'Agoa, que compraram da família Pinto Ferraz, sita em Porto Feliz. Ocupou nessa localidade com distinção diversos cargos públicos, já de nomeação do governo, já de eleição popular sob os dois regimes. Anna de Almeida Sampaio, muito caridosa e de elevados sentimentos religiosos, aplicou toda sua vida no cumprimento exato de seus deveres domésticos educando seus f.ºs segundo os princípios da moral cristã, de que deu sempre os melhores exemplos; foi esposa dedicada e virtuosa. Dotada das virtudes da paciência e resignação evangélicas sofreu por espaço de 10 anos de uma série de tumores de origem diabética que afinal a levaram à sepultura em 1886 confortada com todos os sacramentos da igreja. Teve: 7-1 José de Paula Leite de Barros (o Juca) nascido em 1855 na fazenda Barreiro, foi batizado em Itú em 1856. Fez seus estudos preparatórios durante quatro anos no colégio velho dos jesuítas (no convento de S. Francisco) em Itú. Em 1874 seguiu para os Estados Unidos onde fez o curso de medicina na universidade Pensylvania em Philadelphia, onde recebeu seu diploma em 1878, seguindo a freqüentar como externo os hospitais de Paris, donde voltou ao Brasil em 1879. Residindo em Itú, onde clinicou por espaço de 4 anos, ali exerceu os seguintes cargos: o de membro do diretório do partido republicano antes e depois de proclamada a república; o de juiz suplente do juiz de direito da antiga comarca especial de Itú; primeiro juiz de paz no triênio de 1893-1896; o de presidente da câmara municipal de 1896 a 1899; o de coronel comandante superior da guarda nacional da antiga comarca; o de zelador do hospital de morféticos e finalmente o de provedor da irmandade da santa casa de misericórdia. Casou-se em 1879 a 20 de Setembro em Araras com Clara Alves Franco f.ª de Albino Alves Cardoso, fazendeiro em Araras e de Carolina Amelia de Camargo, n. p. de Joaquim Alves Cardoso, natural de Atibaia, e de sua 2.ª mulher Joaquina Maria de Oliveira, V. 1.º pág. 500; Pág. 470 n. m. do alferes Joaquim Franco de Camargo, natural de Atibaia e mais tarde morador na Limeira, e de sua 2.ª mulher Maria Lourença de Moraes. V. 2.º pág. 277. É o doutor José de Paula Leite de Barros o autor de um folheto contendo a genealogia da família Paula Leite, de Itú, donde extraímos a descendência do n.º 5-1. Teve de seu consorcio 13 f.ºs que são: 8-1 Claro falecido um dia depois de nascido. 8-2 Anna (viva). 8-3 Albino faleceu com 3 anos. 8-4 Carolina nascida em Itú (viva). 8-5 José falecido no dia em que nasceu. 8-6 Maria José falecida com um ano em 1889. 8-7 Antonio falecido com 2 meses em 1889. 8-8 Luiza, nascida e batizada em Itú (viva). 8-9 Cinira, nascida e batizada em Itú (viva). 8-10 Joanna Baptistina nascida e batizada em Itú (viva). 8-11 Bonifacio faleceu com 2 anos em 1899 em S. Paulo. 8-12 Vasco falecido no ano de seu nascimento em 1899. 8-13 Josephina (viva). 7-2 Antonio de Paula Leite de Barros, nascido em 1858 em Itú, casou-se em 1882 em Campinas com Albertina de Almeida Sampaio, sua prima, f.ª do capitão João de Almeida Sampaio e Anna Maria Ferraz. Tit. Arrudas. Teve a princípio sua lavoura de cana-de-açúcar na Fazenda Vargem Grande em Porto Feliz; mais tarde passou à cultura de café no bairro do Rio das Pedras, em Piracicaba. Ocupou nas duas localidades os cargos públicos tanto de nomeação do governo como de eleição popular, e é tenente coronel da guarda nacional de Piracicaba. Teve de seu casamento os seguintes f.ºs: 8-1 João de Paula Leite de Barros. 8-2 Maria Carmelina. 8-3 Lauro de Paula Leite de Barros. 8-4 Albertina. 8-5 Brenno. Pág. 471 7-3 Capitão Francisco de Paula Leite de Sampaio, nascido em 1860, freqüentou o colégio dos padres jesuítas (no edifício novo). Dedicou-se à cultura de cana-de-açúcar em Porto Feliz, onde casou-se em 1888 com sua prima Maria da Conceição Sampaio f.ª de Vicente de Sampaio Góes e de sua 2.ª mulher Gertrudes Angelica Rodrigues, esta f.ª de João Rodrigues. Tit. Taques. Teve 6 f.ºs que são: 8-1 Francisco. 8-2 Lupercio. 8-3 Judith. 8-4 Antonio. 8-5 Benedicto. 8-6 José. 7-4 Tenente Carlos de Paula Leite de Barros, nascido em 1862, casou-se em 1892 no Salto de Itú com Ottilia de Camargo Penteado f.ª de Indalecio de Camargo Penteado e de Balbina de Castro, n. p. de Ignacio de Camargo Gordo e, por este, bisneto de Indalecio de Camargo Penteado e de Antonia Pacheco de Almeida. Tit. Chassins. Dedicou-se à lavoura primeiro em Porto Feliz, depois em Belém do Descalvado e ultimamente em Itú. Teve os seguintes f.ºs: 8-1 Maria José. 8-2 Leonor. 8-3 José. 8-4 Carlos. 7-5 Anna Joaquina de Paula Leite, nascida em 1868, casou-se em Porto Feliz em 1895 com seu parente José Rodrigues de Arruda f.º de Evaristo Rodrigues Leite e de Anna Honorata de Arruda, n. p. de José Rodrigues Leite (o Zuza). Tit. Alvarengas, n. m. do capitão José Manoel de Arruda. Reside em Porto Feliz onde seu marido dedica-se à vida forense exercendo com talento e honradez a profissão de advogado. Tit. Alvarengas. De seu consórcio tem nesta data (1904) 4 f.ºs: 8-1 José. 8-2 Maria. 8-3 Cyro. 8-4 Paulo. Pág. 472 7-6 Maria Luiza de Paula Leite, última f.ª de Antonio de Paula Leite de Barros n.º 6-3, nascida em 1872, foi educada no colégio do Patrocínio em Itú, não se casou e tem feito companhia a seu velho pai. 6-4 Gertrudes Marcolina de Barros Leite, f.ª do n.º 5-1 casou com seu primo Francisco Galvão de Barros Leite f.º de Manoel Galvão de França e de Maria Joaquina Leite de Barros n.º 5-2 adiante. Faleceu em 1892 em Indaiatuba, sem geração, tendo dedicado sua vida à prática da religião; extremamente caridosa, chamou a si a criação de seus sobrinhos órfãos. 6-5 Antonia de Paula Leite de Barros (a tia moça) casou-se e foi a 1.ª mulher de Antonio Manoel da Fonseca f.º de José Manoel da Fonseca Leite e de Gertrudes de Camargo Arruda. Com geração neste V. 3.º pág. 97. 6-6 Francisco de Paula Leite de Camargo, f.º do n.º 5-1 e 2.ª mulher Antonia de Almeida, nasceu em 1845 e casou-se em 1876 com Eliza Galvão de Almeida f.ª de José Galvão de Almeida e de Maria Izabel de Campos. É lavrador importante e capitalista em Itú, muito conceituado pela sua honradez, rigoroso e sincero na prática de seus deveres religiosos. Neste V. 3.º pág. 124. Tem: 7-1 Maria de Paula Leite casada com seu primo Pedro de Paula Leite de Barros n.º 7-6 de 6-2 de pág. 468. 7-2 Euclidia de Paula Leite solteira. 7-3 Antonio de Paula Leite de Camargo. 7-4 Antonietta menor. 6-7 Anna Maria de Camargo, f.ª do 2.º casamento do n.º 5-1, casou com Luiz de Assis Pacheco f.º de Francisco de Assis Pacheco e de Anna Gertrudes de Almeida Mello, Tit. Tenorios; passou a residir em Campinas onde possuía fazenda de café, e faleceu em 1884 em Itú deixando 6 f.ºs: 7-1 Francisco de Paula Pacheco casado em Campinas, onde dedicou-se à lavoura, com Celina Bueno Penteado. Com geração. 7-2 Luiz de Assis Pacheco Junior. 7-3 Euclides de Assis Pacheco. 7-4 Elvira de Assis Pacheco. 7-5 Plinio de Assis Pacheco. 7-6 Leticia de Assis Pacheco. Pág. 473 5-2 Capitão Antonio de Paula Leite de Barros, f.º de Francisco de Paula Leite n.º 4-4 e de Maria Joaquina de Campos, casou-se na vila de S. Carlos (hoje cidade de Campinas) em 1837 com Maria Theresa Ferraz de Camargo f.ª de Ignacio de Camargo Barros e de Maria Joaquina de Camargo, n. p. do sargento-mor Domingos da Costa Machado e sua 1.ª mulher Manoela de Camargo Penteado. Neste V. 3.º pág. 16. O capitão Antonio de Paula foi morador na Limeira, e do seu consórcio deixou os seguintes f.ºs: 6-1 Vicente Venceslau de Barros, falecido. 6-2 Francisco Leite de Barros 6-3 Capitão Antonio Olegario Leite de Barros, † em 6 de Janeiro de 1904, casado 1.º com Lydia Vianna f.ª de Joaquim José de Araujo Vianna (natural de Portugal) e de Escholastica Franco, esta f.ª do alferes Joaquim Franco de Camargo e 2.ª mulher Maria Lourença de Moraes, V. 2.º pág. 276; segunda vez com Maria de Sampaio f.ª de Domingos Dias Leme de Sampaio e de Izabel Leite de Sampaio, n. p. de Vicente de Sampaio Góes. Tit. Arrudas. Com 2 f.ªs da 2.ª mulher que são: 7-1 Olympia, casada com o bacharel em direito Fabio de Mendonça Uchôa. 7-2 Alzira Ferraz de Sampaio casada com Fernando Pacheco Chaves f.º do bacharel em direito Elias Antonio Pacheco Chaves e de Anezia Prado. Tit. Tenorios. 6-4 Hyppolito Leite de Barros casado 1.º com... f.ª de José Elias de Almeida Prado e de sua prima Francisca..., n. m. do capitão José de Almeida Prado e de Escholastica de Almeida Leite, Pág. 474 n. p. do tenente-coronel Elias de Almeida Prado e de Maria Rita Morato do Canto, Tit. Cunhas Gagos; segunda vez casou com Anna da Silveira Franco, natural da Limeira, f.ª de Joaquim Franco do Amaral e sua 2.ª mulher Delphina da Silveira Cesar, V. 1.º pág. 485, e 3.ª vez com... sua parenta f.ª de José de Barros (o Jeca Barros) e de Francisca, esta f.ª do capitão José Joaquim Leite de Campos n.º 5-3 adiante. Teve geração da 1.ª e 3.ª mulher. 6-5 Maria Angelica de Barros, moradora na Limeira, foi casada com o coronel Bento da Silveira Franco, †, de quem foi a 2.ª mulher, abastado fazendeiro na Limeira, f.º do Alferes Joaquim Franco de Camargo e 2.ª mulher Maria Lourença de Moraes. Com geração no V. 2.º pág. 274. 6-6 Lydia de Barros Leite, †, foi casada com Luciano Esteves dos Santos, natural de Portugal, lavrador e capitalista na Limeira. Com geração. Teve: 7-1... casada com o dr. Alberto Ferreira da Silva. Tit. Arrudas. 6-7 Belizario Leite de Barros casou com sua sobrinha f.ª de Hyppolito Leite de Barros 6-4 supra e 1.ª mulher. 6-8 Victor Leite de Barros casou com... da família Simões. É importante lavrador na Limeira. 6-9 Olympia Leite de Barros casada com Antonio Monteiro, natural de Portugal, importante lavrador na Limeira. 5-3 Capitão José Joaquim Leite de Campos, f.º de 4-4, casou-se em 1824 em Itú com Maria de Góes Castanho, sua prima irmã, f.ª de Manoela Leite de Barros n.º 4-6 adiante e de seu marido Antonio de Padua Castanho. Pág. 475 Teve (vide família Paula Leite pelo Dr. José de Paula Leite de Barros) os seguintes f.ºs em n.º de 6: 6-1 Francisca casada com seu primo José de Barros (o Jeca Barros). Com grande descendência. 6-2 Galdino Leite de Barros, falecido, foi casado. 6-3 Gaudio Leite de Barros casou-se com sua sobrinha f.ª de Francisca n.º 6-1 e de José de Barros supra. 6-4 Tenente Braulio Leite de Barros casou-se com sua sobrinha Maria Leite de Barros f.ª de 6-1 supra. Teve: 7-1 Braulino 7-2 Francisco 7-3 Maria 6-5 Joaquim Leite de Barros casado com sua sobrinha f.ª de 6-1 supra. 6-6 Maria Leite de Barros, †, casada 3 vezes, teve uma f.ª do 1.º casamento: 7-1 Maria Dias de Barros casada com Sergio de Arruda Campos, morador no Belem do Descalvado, f.º de Antonio de Arruda Leite e de Maria das Dores Pinto. Tit. Arrudas, ali a geração. 5-4 Maria de Góes Castanho, f.ª do n.º 4-4, casou-se em 1824 em Itú com Manoel Galvão de Barros França, f.º do capitão João Galvão de França e de Maria Xavier de Araujo Bueno. Com 8 f.ºs neste à pág. 116. 5-5 Josepha Maria Leite, faleceu solteira em avançada idade. 5-6 Capitão Manoel Leite de Barros casou com Candida da Rocha Ferraz, que cremos ser f.ª do sargento-mor José da Rocha de Camargo e de Anna Maria da Cunha, V. 1.º pág. 288. Pág. 476 Foi proprietário da fazenda de Anhumas em Campinas, e possuidor de grande fortuna. Faleceu em avançada idade deixando os 5 f.ºs seguintes: 6-1 Capitão Antonio Leite de Barros casado com sua parenta Maria da Rocha. Teve 8 f.ºs: 7-1 Coronel Arthur Leite de Barros. 7-2 Ladislau Leite de Barros casado com Izaura de Queiroz f.ª do coronel Luiz de Queiroz Telles e de Amanda Leite de Barros n.º 6-4 adiante. Tit. Tenorios. Tem uma f.ª: 8-1 Amanda. 7-3 Turibio Leite de Barros 7-4 Alonso Leite de Barros 7-5 ... 7-6 ... 7-7 ... 7-8 ... 6-2 Capitão Elizeu Leite de Barros casou com sua parenta Maria dos Santos f.ª de Bento dos Santos Camargo, de Campinas. 6-3 Coronel Oscar Leite de Barros casou 1.º com Escholastica de Queiroz f.ª de Antonio Joaquim Pereira Guimarães e de Maria Eufrozina; 2.ª vez com Rita Guimarães f.ª do coronel Adolpho Guimarães e de Escholastica de Queiroz Guimarães. Tit. Moraes. Teve da 2.ª: 7-1 Oscar de Barros Guimarães. 7-2 Maria Candida de Barros. 7-3 Odilon Guimarães Barros. 7-4 Adolpho Guimarães Barros. 7-5 Aristides Guimarães Barros. 7-6 Ondina. 7-7 Oswaldo. 6-4 Amanda Leite de Barros casada com o coronel Luiz de Queiroz Telles f.º dos barões de Jundiaí. Com grande geração em Tit. Moraes. Pág. 477 6-5 Anna Maria Ferraz casou com o capitão João de Almeida Sampaio f.º do capitão Francisco de Paula Ferraz de Sampaio e de Izabel de Almeida Prado. Com geração em Tit. Arrudas. 6-6 Maria Leopoldina Leite casada com Bernardo José de Sampaio f.º de outro de igual nome e de Maria Carolina de Sousa. V. 1.º pág. 240, ali a geração. 5-7 Alferes Joaquim Floriano de Barros Leite, último f.º de 4-4, casou com Delphina Leme f.ª do capitão José Leme. Teve: 6-1 Joaquim de Paula Leite. 6-2 José de Paula Leite de Barros casou com sua sobrinha viúva de Joaquim Leite de Barros n.º 6-5 de 5-3. 6-3 Maria Leite. 6-4 Anna Leite. 6-5 Francisca Leite. 6-6 Candida Leite casada com Augusto de Lima. Com geração. 6-7 Gabriella Leite casou com Rodolpho de Sene. Com geração. 4-5 Alexandre Leite de Barros, f.º de Marcos Leite de Barros n.º 3-2 e da 2.ª mulher Maria de Góes Castanho, já era falecido em 1813, e foi casado em 1794 em Sorocaba com Theresa Maria de Almeida f.ª de João Bicudo de Almeida e de Maria Leite da Annunciação. Tit. Cubas. E teve pelo inventário de sua mãe Maria de Góes os seguintes f.ºs: 5-1 Gertrudes 5-2 Francisca 5-3 Maria 5-4 Francisco 5-5 Theresa. Pág. 478 4-6 Manoela Leite de Barros, f.ª de Marcos Leite e 2.ª mulher, casou-se em 1805 em Itú com Antonio de Padua Castanho, natural de Araçariguama, f.º de Joaquim de Araujo Paes e de Agostinha de Barros, n. p. de João Martins da Fonseca e de Manoela de Araujo Paes, n. m. de Manoel Correa de Barros, natural de S. Paulo, e de Maria de Campos. Com geração em Tit. Campos. 4-7 Pedro Vaz de Barros, f.º de Marcos Leite de Barros e 2.ª mulher, casou-se em 1800 em Itú com Maria Bueno de Camargo f.ª de Francisca Bueno de Camargo e de Maria de Campos Mello, n. p. de Simão Correa de Moraes e de Filippa Bueno de Camargo. Tit. Moraes, n. m. de Mathias de Mello e de (Francisca Barbosa). Tit. Arrudas. Teve um casal de f.ºs: 5-1 Francisco, falecido solteiro. 5-2 Anna, falecida solteira. 4-8 Gertrudes de Arruda Leite, f.ª de Marcos Leite e de sua 2.ª mulher, casou em 1776 em Itú com Antonio de Camargo Paes f.º de Matheus de Camargo e Siqueira e de Maria Paes da Silva. Com geração no V. 1.º pág. 187. 4-9 Maria Clara, com 50 anos de idade em 1813, entrou para o convento em S. Paulo. 4-10 Maria Pires, com 40 anos de idade em 1813, era solteira (casou mais tarde), † sem geração. 4-11 Rosa de Campos casou-se em Itú com João da Silveira Leite f.º de Luiz da Silveira Goulart e de Anna Ribeiro Pedroso, n. p. de Antonio da Silveira Goulart, V. 2.º pág. 214. 4-12 Anna de Campos, f.ª última de Marcos Leite de Barros e 2.ª mulher, casou com Manoel de Campos Leite. 3-3 Mathias Leite de Barros, f.º de Pedro Vaz de Barros n.º 2-13, casou-se em 1747 em Araçariguama com Izabel de Lara e Moraes, irmã da 1.ª mulher de Marcos Leite de Barros n.º 3-2. Teve q. d.: Pág. 479 4-1 Maria Leite de Mesquita que foi casada com Silvestre Francisco Pires f.º de Antonio Pires Nunes, natural da Ilha Terceira. Teve q. d.: 5-1 Antonio Pires de Barros, natural de Cuiabá, casado em 1798 em Porto Feliz com Francisca Leite de Miranda f.ª de Roque Pinheiro de Almeida e de Anna Maria, esta f.ª do mestre de campo Antonio de Almeida Falcão e 2.ª mulher Rita Leite de Miranda. Tit. Cunhas Gagos. 2-14 Francisco, f.º de Pedro Vaz de Barros § 1.º 2-15 Manoel Pedroso de Barros, f.º do § 1.º supra, tirou dispensa em 1712 para casar-se com sua sobrinha Luzia Leme Penteado f.ª de Manoel Correa Penteado e de Beatriz de Barros (C. Ec. de S. Paulo). 2-16 Padre Euzebio Pedroso de Barros, último f.º do § 1.º, foi o testamenteiro de sua mãe. § 2.º § 2.º 1-2 Antonio Pedroso de Barros, f.º de outro de igual nome Cap. 5.º, faleceu em 1677 e foi casado com Maria Leite da Silva f.ª de Pedro Dias Leite e de Anna de Proença. Maria Leite faleceu em 1728 na freguesia de Santo Amaro (S. Paulo), estando 2.ª vez casada com o coronel Garcia Rodrigues Velho. Antonio Pedroso de Barros teve f.ª única: 2-1 Maria Pires da Silva, natural de S. João de Atibaia, casada em 1693 em Itú com Nuno de Campos Bicudo f.º de Filippe de Campos e de Margarida Bicudo. Com geração em Tit. Campos Cap. 7.º. § 3.º 1-3 Ignez Pedroso de Barros faleceu solteira, quando noiva de Estanislau de Campos f.º de Filippe de Campos e de Margarida Bicudo. Desgostoso com a morte de sua noiva, tomou a roupeta da companhia de Jesus, como escrevemos em Tit. Campos Cap. 2.º. Pág. 480 § 4.º 1-4 Luzia Leme de Barros, f.ª última do Cap. 2.º, foi casada com Manoel de Campos Bicudo f.º de Filippe de Campos e de Margarida Bicudo. Com geração em Campos. Cap. 3.º. -------------------------------------------------------------------------------- http://www.geocities.com/nestorsamelo/gp/PBarros_2.htm

  Photos and archival records

{{ media.title }}

{{ mediasCtrl.getTitle(media, true) }}
{{ media.date_translated }}

 Family Tree Preview

  Fernando Dias PAES LUCRECIA LEME
||



|
PEDRO VAZ DE BARROS †1644 LUZIA LEME
||



|
Antonio Pedroso de II BARROS 1610-1652