• Born in 1540 - Viana do Castelo, Viana do Castelo, Portugal
  • Deceased between January, 1610 and December, 1610 - São Paulo, São Paulo, Brasil

 Parents

 Siblings

 Sources

  • Individual: Árvore Genealógica do FamilySearch - João Tourinho Maciel&lt;br&gt;Nombre de nacimiento: João Maciel&lt;br&gt;También conocido como: João Tourinho Maciel&lt;br&gt;Género: Masculino&lt;br&gt;Nacimiento: 1540 - Viana do Castelo, Viana do Castelo, Portugal&lt;br&gt;Fallecimiento: Entre Ene 1610 y Dic 1610 - São Paulo, São Paulo, Brasil&lt;br&gt;Padres: Estêvão Gil Tourinho, Brites Fernandes Gil Tourinho (nacida Maciel)&lt;br&gt;Esposa: Paula Tourinho Maciel (nacida Camacho)&lt;br&gt;Hijos: Baptista Maciel, Catarina Leme (nacida Camacho), Lucrécia Maciel, Domingos Dias Maciel, André Maciel, João Maciel Valente, Justa Maciel, Ana Maciel, Maria Nunes (nacida Maciel Camacho), Paula Maciel&lt;br&gt;Hermanos: Manuel Tourinho Maciel, Ana Rodríguez Maciel (nacida Tourinho Maciel), Baltazar Tourinho Maciel, Gaspar Tourinho Maciel, Maria da Rocha Vilarinho (nacida Tourinho Maciel), Ana Tourinho Rodrigues Maciel (nacida Maciel)&lt;br&gt;&nbsp;&nbsp;Información adicional: <br> <br>LifeSketch: NÃO FOI CONFIRMADO AINDA COMO CRISTÃO-NOVO!

    João Tourinho Maciel

    Nasceu por volta de 1535, na vila de Viana do Minho (atual Viana do Castelo), em Portugal.
    Foi um dentre os seis filhos de Estevão Gil Tourinho e de Beatriz Fernandes Maciel.
    StaLuzia Viana do Castelo
    João veio para o Brasil antes de 1570, instalando-se na vila de São Paulo.
    Casou-se no Brasil, com Paula Camacho, filha de Balthazar Nunes e de F... Camacho.
    "... sam filhos legitimos de Joam Antunes Maciel, morador que foi na villa de Sorocaba [...] e de sua legitima molher Donna Maria Paes de Jesus de Contreiras Ponçe de Leon, de cuja ascendençia falarei ao diante; netos pella parte paterna de João Antunes, digo, paterna, de outro João Antunes Maçiel, natural da cidade de Sam Paullo, e de sua legitima molher Donna Joanna Garçia Barboza de Calheiros [...]; bisnetos pella parte paterna de GABRIEL ANTUNES MACIEL, que viveu na cidade de Sam Paullo, onde cazou com MEÇIA CARDOZA CAMACHA [...]; terçeiros netos de MARIA MAÇIEL e de seu marido ANTONIO ANTUNES [...]; quartos netos de JOÃO MAÇIEL, natural da villa de Vianna do Lima, onde a famillia deste apellido he muy numeroza e reconhecida por nobre, e de sua molher PAULLA CAMACHA, com a qual viveu na cidade de Sam Paullo; quintos netos de BEATRIS FERNANDES MAÇIEL, natura e moradora na villa de Vianna do Lima, e de seu marido ESTEVÃO GIL, natural da mesma villa, a qual sua quinta avó hera irman de Antonio Fernandes Maciel [...], descendentes da verdadeira família dos Maçieis que teve o seu sollar na sua quinta da Maçieira, situada no julgado de Mortagora."
    Trecho da Justificação de Nobreza de Domingos Antunes Maciel de Contreras Ponce de Leon de Zuniga
    Foi pai de quatro filhos e seis filhas:
    1.1. Anna Maciel, casada por volta de 1593, em São Paulo, SP, com o espanhol Dom Jorge de Barros Fajardo, nascido na Galícia, filho de Belchior de Barros e de Catharina Vaz (Barros). Jorge faleceu em 1615, e Anna casou-se pela segunda vez, com Antonio Antunes Lobo, filho de Manoel Antunes e de Clara de Oliveira Lobo.
    1.2. Maria Maciel (Camacho), casada com Antonio Nunes de Siqueira (Maciel), filho do português Antão Nunes e da brasileira Maria de Siqueira (Mendonça). Antonio faleceu em 1613.
    1.3. Catharina Camacho, casada com Fernão Dias Paes Leme, filho do português Fernão Dias Paes e da brasileira Lucrécia Leme.
    Fernão Dias Paes Leme não deve ser confundido com seu sobrinho, o famoso bandeirante Fernão Dias Paes (filho de Pedro Dias Paes Leme), conhecido como o "caçador de esmeraldas".
    1.4. João Maciel Valente, nascido em 1578. Casou-se com Maria Ribeiro (Duarte), filha de Estevão Ribeiro Bayão, o Moço, e de Maria Duarte. João faleceu em 1641, e Maria Ribeiro em 1662.
    1.5. André Maciel, casado com Paula Gomes, filha de Pedro Dias e de sua segunda esposa, Antonia Gomes da Silva. Paula faleceu em 1614, e André casou-se pela segunda vez, com Maria Tinoco. André faleceu em 1666, em Mogi das Cruzes, SP.
    André foi sertanista e, em 1613, participou de uma bandeira que explorou o sertão do Paraupava. Regressou a São Paulo em Junho de 1615.
    1.6. F... Maciel, casada com Antonio Antunes.
    1.7. Justa Maciel, casada com o espanhol André Martins Bonilha, filho de Francisco Martins Bonilha e de Antonia Gonçalves (Bonilha). André faleceu em 1613, e Justa casou-se pela segunda vez, com André Lopes. Justa faleceu em 1669 (ou 1671), "em avançada idade".
    André Bonilha veio da Espanha com seu pai, em 1583, na armada de Diogo Flores Valdez.
    Morou na vila de São Paulo, onde "ocupou os cargos do governo".
    Foi sertanista, tomou parte em várias bandeiras, e faleceu em 1613, no sertão.
    1.8. Baptista Maciel, casado com Isabel Rodrigues Velho, filha de Antonio Rodrigues Velho e de sua segunda esposa, Joanna de Castilho. Em 1615, Baptista foi testemunha do testamento de seu cunhado Dom Jorge de Barros Fajardo. Baptista faleceu em 1654, em São Paulo, SP.
    1.9. Lucrécia Maciel, casada com Francisco de Figueiredo. Francisco faleceu em 1643, em São Paulo, SP.
    Francisco, em seu testamento, deixou a esposa como curadora dos filhos, por saber que ela "era velha e não pretendia se casar pela segunda vez".
    1.10. Domingos Maciel, casado com Maria de Alvarenga, filha de Domingos Rodrigues e de Anna de Alvarenga. Em 1615, Domingos foi nomeado tutor dos filhos de sua irmã Anna Maciel.

    João Maciel – 1535-1609 - Natural de Viana do Minho. Casou-se na “ terra “ em 1570 ( e não em Portugal) com Paula Camacho , falecida depois de 1624, filha de “ morador e conquistador “ antigo ( Reg. I, 72 ). Pedro Taques e Silva Leme dizem que este casamento ocorreu em Portugal, o que não é verdadeiro ( Américo de Moura, “ Os Povoadores do campo de Piratininga “, pg. 109 ), também afirmam que em 1570 já morava em São Paulo. As primeiras menções que dele fazem as atas conhecidas são de 1578 ( I, 66 e 125 ), sendo já então cunhado de Gaspar Nunes. A 18 de março de 1595, em requerimento à Câmara, obteve sessenta braças craveiras de chãos em quadra entre Guarepe e Piratininga, lugar onde já possuía casa e curral; declarou ser casado há vinte e (cinco) anos, que sempre ajudou nos sucessos passados, era genro de morador antigo e tinha muitos filhos (RGCSP, I, 72). Exerceu na Câmara os cargos de procurador do concelho em 1580 e 1590 (ACCSP, I, 157 e 381) almotacel em 1581, 1585 e 1592 (I, 186, 274 e 444) juiz ordinário em 1593 (I, 453) e vereador em 1600 (II, 69). Conforme provisão do Cap. Mor Jerônimo Leitão serviu os ofícios de escrivão do campo, tabelião e escrivão da Câmara de 1581 a 1584 (I, 177, 194 e 252) e de contador e inquiridor em 1591, por ser homem apto, de sã consciência e honrado, com nova provisão do Cap. Jorge Correia em 1592 (RGCSP, I, 32 e 57). É de abril de 1601 a ultima referência à sua presença em S. Paulo : compareceu então a um ajuntamento para resolver sobre posturas. Deve ter falecido nesse mesmo ano ou pouco depois, pois em 1609 seu filho homônimo foi nomeado almotacel, “por ser filho de homen que foi da governança desta terra”, como reza a ata. O seu inventário necessariamente se processou em S. Paulo, porém dele não há noticia. Creio que nem Pedro Taques chegou a vê-lo. Reprodução de sua firma ( extraída de uma das Atas da Câmara de S. Paulo em Origens da família Antunes Maciel - Américo Brasiliense Antunes de Moura, Revista do Inst. Hist. e Geogr. de S. Paulo, vol. XXXV, 1938, pg 39 :) Obs: o site não aceitou a colagem da firma de João Maciel. Mas os descendentes que tiverem interesse para sua arvore genealógica particular, é só baixar do volume citado, copiar e colar.

    A família Maciel teve origem em S. Paulo em João Maciel, natural de Viana, de conhecida nobreza, o qual passou ao Brasil com filhos e filhas no fim do século 16º (estava já em S. Paulo em 1570 ). Foi casado com Paula Camacho.

    Pedro Taques não menciona os nomes de todos os f.ºs e f.ªs de João Maciel que o acompanharam ao Brasil, e sim apenas a f.ª Anna Cap. 1.º, e acidentalmente uma f.ª casada com Antonio Antunes, de Portugal.

    Nós, pelos documentos que encontramos nos arquivos de casamentos da Sé de S. Paulo e nos cartórios de órfãos da mesma cidade, conseguimos determinar com certeza os seguintes f.ºs:

    Cap. 1.º Anna Maciel
    Cap. 2.º Maria Maciel
    Cap. 3.º Catharina Camacho
    Cap. 4.º João Maciel
    Cap. 5.º André Maciel
    Cap. 6.º D...
    Cap. 7.º Justa Maciel
    Cap. 8.º Baptista Maciel
    Cap. 9.º Lucrecia Maciel
    Cap. 10.º Domingos Maciel

    Fonte: Genealogia Paulistana, Vol. VII, página 150-151.

    ==============

    Sefardita certificado - Record - 40001:991770903:

  Photos and archival records

{{ media.title }}

{{ mediasCtrl.getTitle(media, true) }}
{{ media.date_translated }}

 Family Tree Preview

  sosa João Pires de Darque ca 1485-1556 sosa Maria Anes Maciel ca 1490-1540
||



|
Estêvão Gil Tourinho ca 1500-ca 1576 Brites Fernandes Maciel ca 1505-ca 1579
||



|
João Tourinho Maciel 1540-1610