Message to visitors

close

Para saber oconteúdo geral desta base de dados, consulte por favor, aCrónica Familiar 


Manuel José de Arriaga Brum da Silveira
Manuel José de Arriaga Brum da Silveira
 Manuel de Arriaga


  • Born 8 July 1840 (Wednesday) - Santíssimo Salvador (Matriz) da Horta, Horta, Ilha do Faial
  • Deceased 5 March 1917 (Monday) - Santos-o-Velho, Lisboa, Portugal,aged 76 years old
  • 1º Presidente da República Portuguesa
1 file available 1 file available

 Parents

  • Sebastião José de Arriaga Brum da Silveira, born 15 October 1818 (Thursday) - S. Pedro de Ponta Delgada, deceased 18 October 1881 (Tuesday) - Setúbal, Setúbal, Portugal aged 63 years old
    Married 24 December 1834 (Wednesday), Lapa, Lisboa, Portugal, to
  • Maria Cristina Pardal Ramos Caldeira, born 24 July 1818 (Friday) - Santa Isabel, Lisboa, Portugal, deceased 30 September 1901 (Monday) - Santíssimo Salvador (Matriz) da Horta, Horta, Ilha do Faial aged 83 years old

 Spouses

 Siblings

 Notes

Individual Note

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra
Advogado
Deputado da Nação
Reitor da Universidade de Coimbra

Cronologia

    18.03.1871 Aparece no jornal "Revolução de Setembro" o programa do Cenáculo, onde participam Antero de Quental, Eça de Queiroz, Jaime Batalha Reis,
Oliveira Martins, Manuel de Arriaga e Teófilo Braga.
17.03.1880 Comício republicano no Teatro dos Recreios, com Manuel Arriaga, Elias Garcia e Magalhães Lima.
24.08.1911 Manuel de Arriaga é eleito 1º presidente da república. O seu mandato incompleto durará até 29 de Maio de 1915. 25.08.1911 Manuel de Arriaga toma posse como 1º presidente da república, substituindo Teófilo Braga, presidente provisório.
29.05.1915 Adversário da hegemonia afonsista da ala radical do PRP, após o Movimento das Espadas, em Janeiro de 1915 Manuel de Arriaga convidou o general
Pimenta de Castro a formar governo, dando origem à instauração de uma ditadura, com dissolução inconstitucional do Congresso da República. A decisão deu origem
ao descontentamento generalizado dos republicanos, com os parlamentares, reunidos secretamente a 4 de Maio, no Palácio da Mitra, a declararem Manuel
de Arriaga e Pimenta de Castro fora da lei e os seus actos nulos. Esta declaração levou a uma revolta, a Revolta de 14 de Maio de 1915. Desencadeada pelos
republicanos democráticos, com ao apoio da Marinha, aquela revolta provocou cerca de 200 mortos e derrubou o governo do general Pimenta de Castro. Perante a
formação de uma junta militar que reclamava a reposição da ordem do presidente constitucional, o bondoso e pacifista Manuel de Arriaga deixou o cargo a 29 de Maio,
abandonando em definitivo a vida política, acusado de trair os ideais republicanos democráticos que defendera toda a sua vida. Foi então substituído na Presidência
da República por outro açoriano, o professor Teófilo Braga.
16.09.2004 Em cumprimento da decisão votada por unanimidade pela Assembleia da República, constante da «Resolução da Assembleia da República n.º 49/2003,
de 4 de Junho» foi trasladado para o Panteão Nacional da Igreja de Santa Engrácia. A cerimónia solene de trasladação ocorreu a 16 de Setembro de 2004, com a
presença do Presidente da República, do Primeiro Ministro e das mais altas individualidades do Estado Português.

Ver mais em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_de_Arriaga#Presidente_da_Rep%C3%BAblica

 Sources

  • Individual: Geneall.net, Wikipedia
  • Birth, Spouse, death: J Forjaz e A Mendes - Genealogias das 4 Ilhas

  Photos and archival records

{{ media.title }}

{{ mediasCtrl.getTitle(media, true) }}
{{ media.date_translated }}

 Family Tree Preview

|2_Sebastião José de Arriaga Brum da Silveira 1818-1881
|--1_Manuel José de Arriaga Brum da Silveira 1840-1917
|3_Maria Cristina Pardal Ramos Caldeira 1818-1901